quarta-feira, 4 de maio de 2011



Sinto falta

Sinto falta do que não consigo identificar o que é.
Sinto falta, de um corpo presente.
De uma mão que afague meu ego melancólico delinqüente, com palavras doces e amorosas.
Sinto falta de alguém que forme nas nuvens figuras imaginárias comigo.
Sinto falta de ter um cheiro que não seja o meu nos meus lençóis.


Sinto falta de receber aquela ligação no meio da noite
E acordar com coração acelerado, caindo de sono, e ouvir alguém dizer em tom musical,
Que sente uma saudade irremediável do calor da minha presença.
Sinto falta de ouvir boas músicas junto a alguém que cantarole comigo as canções...


Sinto falta de um abraço no meu minuto de angústia sufocante.
Sinto falta de consolar, e abraçar um coração angustiado,
E cobrir de carinho e atenção, a quem deles careça.
Sinto falta, e pena de mim.
Por precisar e não ter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página

Ocorreu um erro neste gadget